Portaria orienta adoção de medidas não-farmacológicas para conter o coronavírus

O Ministério da Saúde decretou transmissão comunitária do coronavírus em todo o Brasil. Isso significa que não é preciso mais ter contato com um paciente confirmado para contrair o vírus. A portaria número 454 , publicada nesta sexta-feira, 20/3, em edição especial do Diário Oficial da União, afirma que devem ser adotadas medidas não-farmacológicas para conter o vírus. 

De acordo com portaria, pacientes com sintomas respiratórios devem ficar isolados por 14 doas, bem como os familiares que morem na mesma residência, tenham sintomas ou não. "Considera-se pessoa com sintomas respiratórios a apresentação de tosse seca, dor de garganta ou dificuldade respiratória, acompanhada ou não de febre, desde que seja confirmado por atestado médico".

Pessoas com mais de 60 anos de idade devem observar o distanciamento social, restringindo seus deslocamentos para “a realização de atividades estritamente necessárias evitando transporte de utilização coletiva, viagens e eventos esportivos, artísticos, culturais, científicos, comerciais e religiosos e outros com concentração próxima de pessoas”, diz a portaria.