CRF-AM fiscaliza mais cinco municípios e faz 74 inspeções; veja os dados

Entre 19 e 26 de janeiro, o Conselho Regional de Farmácia do Amazonas (CRF-AM) passou por cinco municípios do interior do Amazonas, mostrando que o trabalho de fiscalização, que chegou a 100% do Estado em 2019, segue no mesmo ritmo este ano.

Os fiscais Jefferson Ayres e Glauciane Silveira estiveram nos municípios de Autazes, Nova Olinda do Norte, Careiro, Careiro da Várzea e Manaquiri.  No total, foram 74 inspeções, em estabelecimentos públicos e privados, com um total de cinco autos de infração emitidos.  Também foram feitas  17 intimações para que estabelecimentos regularizem pendências documentais - que não configuram infração - junto ao CRF-AM

O maior número de inspeções ocorreu em Autazes, com 20. Foram feitas cinco intimações e emitidos três autos de infração por conta de estabelecimentos estarem ilegais, sendo uma drogaria privada e duas farmácias públicas.  Em Nova Olinda do Norte, foram 16 inspeções, quatro intimações e e duas autuações: uma por falta de registro de um estabelecimento público e um por ausência de profissional farmacêutico na hora da fiscalização.

Em Manaquiri, foram feitas 14 inspeções, uma intimação e um auto emitido, em uma unidade saúde indígena. Há, no local, 100% de assistência farmacêutica nas drogarias, com todos os proprietários sendo farmacêuticos.

Um destaque positivo foi Careiro. Lá foram realizadas 15 inspeções e seis intimações, mas nenhum auto foi emitido, visto que todos os estabelecimentos estavam regulares e os farmacêuticos responsáveis, presentes.  Quem também se destacou positivamente foi Careiro da Várzea, com nove inspeções, apenas uma intimação, e nenhum auto. No município, está em curso um processo de readequação e reforma de órgãos públicos e a farmácia e o laboratório estão funcionando em uma unidade fluvial.

Fiscalizações

Esta é a segunda fiscalização realizada no interior do Amazonas este ano. De 11 a 19 deste mês, a equipe do CRF-AM esteve em outros três municípios São Paulo de Olivença, Santo Antônio do Içá e Amaturá.  Com isso, já são oito as cidades visitadas e fiscalizadas somente no primeiro mês de 2020.